Espaço democrático

Siga por e-mail

quarta-feira, 6 de março de 2013

Foto: VIVA SEMPRE, HUGO CHÁVEZ
Gilson Silva

Resolvi fazer uns versos,
Pra quem vai, não cabisbaixo
Como um mero capacho
Do império tão perverso,
Vai imponente, passo forte
Encarando a própria morte.
Peito aberto, majestoso
Pulso firme e tão vultoso
Encarando todo Norte
Recebendo o passaporte
De uma eterna gratidão
Do seu povo, sua nação.
Do dever tão bem cumprido
Nesse mundo tão corrompido,
Nunca ele molhou a mão
Hoje foi pra ser milhão
Pra contemplar lá de cima
Juntinho Abreu e Lima
A nossa revolução!
Peço-te que só alinhaves
O soluço, não agraves
O penar tão vivedouro
Diga apenas em coro
Viva sempre: Hugo Chávez!

VIVA SEMPRE, HUGO CHÁVEZ
Gilson Silva

Resolvi fazer uns versos,
Pra quem vai, não cabisbaixo
Como um mero capacho
Do império tão perverso,
Vai imponente, passo forte
Encarando a própria morte.
Peito aberto, majestoso
Pulso firme e tão vultoso
Encarando todo Norte
Recebendo o passaporte
De uma eterna gratidão
Do seu povo, sua nação.
Do dever tão bem cumprido
Nesse mundo tão corrompido,
Nunca ele molhou a mão
Hoje foi pra ser milhão
Pra contemplar lá de cima
Juntinho Abreu e Lima
A nossa revolução!
Peço-te que só alinhaves
O soluço, não agraves
O penar tão vivedouro
Diga apenas em coro
Viva sempre: Hugo Chávez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espaço democrático, use, mas não abuse!

Ocorreu um erro neste gadget

TV Cultura

CONHEÇA O APLICATIVO DO  ROSAS

VEJO COMO FUNCIONA AQUI

Vídeos e audios de MPB


 

    Músicas da MPB