Espaço democrático

Siga por e-mail

domingo, 29 de julho de 2018

ADEUS MARIA DAPAZ!



Maria Dapaz nasceu em Jaboatão dos Guararapes/PE e se criou na cidade de Afogados da Ingazeira no sertão pernambucano. É comendadora da cidade desde 2009 em reconhecimento do seu trabalho artístico e a divulgação do nome da sua cidade em todo Brasil e no Exterior. Em 2011 recebeu homenagem da Universidade Rural de Pernambuco parabenizando-a por seu talento reconhecido internacionalmente, por sua carreira consolidada e a indicação ao Grammy Latino 2004 com o CD “Vida de Viajante”. Morou na Europa seis anos.

É uma artista de muitas qualidades. Seja como autora, instrumentista ou como intérprete, ela tem sua marca própria e um bom-gosto inquestionável. Carismática, Maria Dapaz se destaca pela bela voz potente e afinada. Com seu canto sincero, sua voz marcante e muita sensibilidade, ela mostra toda a beleza de um repertório bem brasileiro.
Como compositora, ficou conhecida no Brasil inteiro com a música da sua autoria “Brincar de Ser Feliz” nas vozes de Chitãozinho & Xororó, tema da novela Pedra sobre Pedra. A dupla também gravou “Bailão de Peão, Loira Gelada e Meu Café da Manhã”.

Hoje tem 16 discos gravados e grande experiência em palcos nacionais e internacionais. Sua paixão pela música se manifestou muito cedo, tornando-se profissional como crooner de grupos de bailes (Marajoara) onde aprimorou o ofício de cantar. Foi para São Paulo onde gravou o seu primeiro disco, Pássaro Carente, pela gravadora Copacabana.

No período em que morou na Suíça, onde lançou 3 discos, se apresentou para plateias exigentes em importantes palcos da Europa, como A Velha Ópera de Frankfurt, Breminale, Festival de Nürenberg e Festival de Música de Berlim Orienta, Festival de Montreux na Suíça, Printemps de Bourges na França com as manchetes: “A voz de fogo vindo do Brasil” e “Um continente inteiro na voz” .

A cantora Maria da Paz morreu  sexta-feira (27/07/2018) em São Paulo, aos 59 anos.e A artista foi vítima de câncer de pulmão.
Maria da Paz estava afastada dos palcos desde maio de 2018, quando se apresentou no Festival Nacional da Seresta.
a cerimônia de cremação ocorreu às 15h deste sábado (28) em Embu das Artes.

Rádio Rosas da Boa Vista
Produção: Gilson Silva

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

BIBLIOTECA das ROSAS: A avenida Guararapes será interditada para os Asgardianos?

BIBLIOTECA das ROSAS: A avenida Guararapes será interditada para os Asgardianos?

A avenida Guararapes será interditada para os Asgardianos?

Fotos de participantes da Feira Asgardiana, pegas na internet
Foi isso que fiquei sabendo hoje, lendo os jornais locais. Na minha curiosidade tupiniquim, fui ver o que é isso e dei de cara com uma notícia que dizia que a principal avenida da nossa querida cidade iria ser interditada neste sábado (21/10/2017) para uma feira com um codinome: Feira Asgardiana, feira esta que irá vender artigos geeks e nerds, aí complicou tudo! Lá vai eu traduzir tais palavras... procura qui, procura ali e nada. Lá vai eu perguntar ao seu Google e ele me respondeu tim-tim por tim-tim (com se diz na terrinha):- “geek” (disse Seu Google)... surgiu no século 19, proveniente de “geck”, uma palavra de origem alemã que significa “bobo”, enquanto “nerd” apareceu nos EUA na década de 1960 e pode ser originária da gíria em inglês “nert”, que significa “louco”.Ah! É mais coisa de gringo para encucar a nossa juventude, entendi! Essa será a 4ª edição e só agora que me informei dela, puxa como eu tô "nert" (ahahah). Pesquisando mais um pouco, fiquei sabendo que o evento é organizado por Orlando, o dono da Banca Guararapes e que é conhecido como Odin. Ah, agora entendi tudo! É uma feira de quadrinhos! Oops! Descobri em tempo, antes de terminar meu texto (ahahaah). O cara tem uma banca de revista e revista tá em baixa... no certo dia ele descobre a fórmula "mágica" de promover o seu negócio, mas tinha que ser americanizada? Tudo bem, vender livro e revista está difícil mesmo, "qualquer" iniciativa é válida. Sucesso seus gecks! kkkk - Ah, veja as caras das criancinhas que participam! Tsk! Ahahah.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Deus Negro do Frevo

A minha simples homenagem a este ícone do frevo que nos deixou ontem (14/09/2016) e que vai fazer muita falta no cenário musical pernambucano. Em pleno dia do frevo ele partiu. VIVA O MAESTRO NUNES! 

>Gilson Silva


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Foto Gilson Silva

Fui informado do falecimento do GRANDE MAESTRO NUNES, o Deus Negro do Frevo, hoje (14/2016), o maior incentivador do Bloco Rosas da Boa Vista, aquele camarada que sempre estava disposto a ajudar o bloco, inclusive abriu as portas da sua Escolinha de Música para gente se reunir, lá no início da fundação do bloco. Um amigo, um camarada que também (como eu) passou pela "escola" do PCB, nos anos de "chumbo", foi entregador do jornal do partido (na sua juventude), levou muito sacolejo da vida cultural e política, inclusive levou uma carreira história dos capangas da ditadura quando mataram uma das primeiras vítimas da ditadura militar, o camarada Ivan Rocha Aguiar (com apenas 21 anos) em 1º de abril de 1964, ele (Nunes), correu bastante nesse triste dia. Maestro Nunes foi um cara que viveu pra música, especialmente o frevo, ia "religiosamente" a sua escolinha se "abraçar" as suas partituras que tinha uma paixão enorme, a companheira Graça achava lindo ele sentado numa cadeira meia quebrada vendo e solfejando seus frevos. Foi ele que fez a partitura (a mão) do nosso bloco e nos deu a honra de tê-la gravada no seu primeiro CD, CD este que nos deu muito trabalho pra ser gravado, fiz o primeiro projeto e com ele demos muitas andadas na prefeitura e que felizmente conseguimos gravar e tivemos alguns frevos gravados nele e o maestro dedicou o CD ao nosso bloco, isto nos honrou muito. Aos 85 anos ele nos deixou, mas a vida segue... MAESTRO NUNES, PRESENTE!

Gilson Silva
Produtor Cultural
Compositor e poeta

MORRE O DEUS NEGRO DO FREVO (Maestro Nunes)

Agora a tarde (14/09/2016)

Fui informado do falecimento do GRANDE MAESTRO NUNES, o Deus Negro do Frevo com eu disse em música, o maior incentivador do Bloco Rosas da Boa Vista, aquele camarada que sempre estava disposto a ajudar o bloco, inclusive abriu as portas da sua Escolinha de Música para gente se reunir, lá no início da fundação do bloco. Um amigo, um camarada que também (como eu) passou pela "escola" do PCB, nos anos de "chumbo", foi entregador do jornal do partido (na sua juventude), levou muito sacolejo da vida cultural e política, inclusive levou uma carreira história dos capangas da ditadura quando mataram uma das primeiras vítimas da ditadura militar, o camarada Ivan Rocha Aguiar (com apenas 21 anos) em 1º de abril de 1964, ele (Nunes), correu bastante nesse triste dia. Maestro Nunes foi um cara que viveu pra música, especialmente o frevo, ia "religiosamente" a sua escolinha se "abraçar" as suas partituras que tinha uma paixão enorme, a companheira Graça achava lindo ele sentado numa cadeira meia quebrada vendo e solfejando seus frevos. Foi ele que fez a partitura (a mão) do nosso bloco e nos deu a honra de tê-la gravada no seu primeiro CD, CD este que nos deu muito trabalho pra ser gravado, fiz o primeiro projeto e com ele demos muitas andadas na prefeitura e que felizmente conseguimos gravar e tivemos alguns frevos gravados nele e o maestro dedicou o CD ao nosso bloco, isto nos honrou muito. MAESTRO NUNES, PRESENTE!


> Gilson Silva 

    Produtor Cultural
    Compositor e poeta

TV Cultura

CONHEÇA O APLICATIVO DO  ROSAS

VEJO COMO FUNCIONA AQUI

Rádio Rosas